Sobre nós

“Aproximando-se o fim de Davi, deu ele ao seu filho Salomão as suas últimas instruções:
Eu me vou, disse ele, pelo caminho que segue toda a terra. Sê corajoso: porta-te como homem.” (1 Reis 2:1,2)

Em uma sociedade em que as tradições vão se diluindo em novas ideologias, o verdadeiro sentido de ser homem vem se perdendo, formando uma confusão entre ser homem, macho, masculinidade e machismo.

Macho qualquer animal irracional pode ser. Eles agem por instinto e não medem as consequências dos seus atos.

Machismo é um exagerado senso de orgulho masculino que tende a negar à mulher suas conquistas e direitos. Nada que é exagerado e segregador é bom e vem de Deus.

Também não se pode confundir o ser homem e exercer a masculinidade com os estereótipos de homens malhados, que vivem na academia ganhando músculos mas que não alimentam o cérebro.

Ser homem é deixar para trás as características de criança, saber qual o seu lugar no mundo, abraçar a missão especial que Deus confiou e cumpri-la com alegria, dedicação e entrega total.

São Paulo escreveu : “Quando eu era pequenino, costumava falar como pequenino, pensar como pequenino, raciocinar como pequenino; mas agora que me tornei homem, eliminei as características de pequenino.” (1 Coríntios 13:11).

Você prova que se tornou um homem de verdade quando substitui as atitudes infantis por atitudes maduras, no pensar, falar, agir. Contudo, não se pode perder a essência da criança, sua pureza, alegria e simplicidade. Vide Marcos 10,13-16  e Mateu 18, 1-4.

Ser homem é não ser omisso e se posicionar, com inteligência e perspicácia. É ter a coragem de ser honesto quando todos e tudo o leva a “ganhar um dinheiro fácil”. É ter a coragem de ser fiel em um mundo repleto de sexo à vontade. É defender sua crença, ainda que isso soe como retrógrado.

Ser homem é para poucos. O mundo está cheio de garotos. Nós escolhemos ser homens.

Seja bem vindo.