PRECEITOS DA IGREJA CATÓLICA
Os Preceitos da Igreja Católica são uma descrição das ações mínimas absolutas exigidas dos católicos em relação à Igreja.

A Igreja usa esses preceitos para nos lembrar que a vida cristã requer compromisso com a oração e participação ativa na liturgia e nos sacramentos. Se ficarmos abaixo desse nível mínimo, não podemos nos considerar em plena comunhão com a Igreja Católica.

Cada um desses preceitos da Igreja Católica é um requisito. Juntamente com os Dez Mandamentos, eles representam o nível mínimo de vida moral. A violação intencional dos preceitos ou dos mandamentos é um assunto grave, significando um pecado mortal.

TERCEIRO PRECEITO: VOCÊ RECEBERÁ O SACRAMENTO DA EUCARISTIA PELO MENOS DURANTE A ESTAÇÃO DE PÁSCOA.
Isso “garante no mínimo a recepção do Corpo e Sangue do Senhor em conexão com as festas pascais, a origem e o centro da liturgia cristã”.

VÁ ALÉM DO MÍNIMO!
Lembre-se sempre: os preceitos da Igreja Católica são níveis mínimos de participação na vida da Igreja. Por amor a Cristo e desejo de avançar na vida espiritual, você normalmente tentará fazer muito mais do que eles exigem.

Muitas pessoas recomendam que os católicos recebam o sacramento da Eucaristia em todas as missas, se você cumprir as diretrizes de recepção (estar livre de pecado mortal, etc.).

Na medida em que o amor divino embeleza nossas almas e nos torna agradáveis ​​à Sua Divina Majestade, isso se chama graça; na medida em que nos dá forças para fazer o bem, isso se chama caridade; mas quando atinge tal grau de perfeição que nos faz não apenas fazer o bem, mas fazê-lo com cuidado, frequência e prontidão, então é chamado de devoção.

–São Francisco de Sales

Em agradecimento a: romancatholicman.com